O Técnico em Geoprocessamento do Eixo Tecnológico de Infraestrutura caracteriza–se como profissional comprometido com o desenvolvimento social e econômico, respeitando valores éticos, morais, culturais, sociais e ecológicos e com conhecimentos, saberes e competências profissionais que o qualifiquem a:

  • Aplicar os princípios da trigonometria e da geometria analítica na aquisição de dados georreferenciados;
  • Conhecer os princípios físicos interferentes na emissão, transmissão e recepção de sinais, para a localização de pontos na superfície terrestre e formação de imagens;
  • Operar equipamentos de informática, utilizando aplicativos para edição de texto, planilha eletrônica, bancos de dados e gerador de apresentações;
  • Conhecer as estratégias e normas do desenho técnico auxiliado por computador (CAD) na representação de dados geoprocessados;
  • Utilizar ferramentas computacionais para armazenamento e análise de dados espaciais;
  • Utilizar normas técnicas na elaboração de relatórios, projetos de pesquisa e trabalho técnico de conclusão na área de Geoprocessamento;
  • Conhecer os instrumentos estatísticos para inferir sobre populações com base em amostras aplicadas à área de Geoprocessamento;
  • Conhecer a legislação pertinente à área de atuação do Geoprocessamento;
  • Executar e representar levantamentos topográficos planialtimétricos utilizando métodos e equipamentos adequados;
  • Conhecer os métodos de levantamentos cadastrais de feições do terreno;
  • Operar equipamentos e ferramentas de coleta e tratamento de dados obtidos por sistemas de navegação global por satélites;
  • Conhecer os conceitos da cartografia para espacialização de dados georreferenciados;
  • Selecionar material, identificar e interpretar alvos e extrair informações de fotografias aéreas;
  • Utilizar ferramentas computacionais de fotogrametria digital para geração de mapas e modelos de elevação do terreno;
  • Conhecer os principais sistemas sensores remotos e trabalhar com imagens digitais para geoprocessamento;
  • Utilizar Sistemas de Informações Geográficas para análise de dados georreferenciados;
  • Compreender diferentes possibilidades de aquisição, manipulação e integração de dados geoespaciais;
  • Projetar cadastros técnicos urbanos e rurais multifinalitários;
  • Identificar, ler e compreender diferentes gêneros textuais autênticos escritos em língua inglesa;
  • Elaborar e desenvolver um trabalho técnico–científico, em uma das áreas de atuação do geoprocessamento;
  • Buscar informações de modo a desenvolver a cultura de manter-se atualizado com o estado da arte em Geoprocessamento.